27.6.11

Não adies mais!

IN 2021: Não me poderei atrasar um minuto, terei de engolir milhões de sapos, e ser hipócrita com o meu patrão. Terei de limpar constantemente a casa, levar os meus filhos à escola e acordar 1 hora mais cedo para lhes preparar o pequeno-almoço. Tenho de vestir-me de forma “socialmente correcta” e terei pouco tempo para amigos. Terei de me preocupar (ou fazer que me preocupo) com política e a situação económica portuguesa, e claro, com a minha, obrigatoriamente. Pouco poderei inovar porque até pouco tempo terei para respirar. Tenho que estar atenta aos descontos de supermercado e dirigir-me a esse local deveras bonito (ironia), todas as semanas. As saídas à noite serão levar os netos aos avós, ou ir visitar o meu irmão que talvez considere um “incorrigível adolescente”. Vou usar tacões e largar os ténis, tirarei os meus piercings, chegarei o dobro dos cremes, e terei de fazer o triplo dos exames médicos.
IN 2011: É tempo de vestir-me como eu quero, por mais doida que seja, de ter
piercings, usar mochila e ténis até romperem. É tempo de dizer (quase) tudo o que penso e mostrar o que sinto a quem me é mais querido das formas mais originais, de criar um estilo próprio e original, e tempo de te revelares. De sair e viver tudo ao máximo, de grandes serões e tardes com amigos. É tempo de optar pela mudança e ser do contra. Tempo para fazer milhares de amigos e ouvir a tua música aos berros, de cometer as maiores loucuras e viver ACIMA DE TUDO o presente e cagar mais para o futuro. De provar que conseguimos tudo, cumprindo os deveres básicos. É tempo de ter ideias novas e de nos atirarmos de cabeça, de todos os dias vivermos algo novo. Tempo de ter 3 meses de férias e de cometeres as maiores loucuras. Tempo de andar a pé e não te stressares com o transito diário e infinito. De ter o direito de te formares pessoalmente à tua maneira. Tempo de beber cola pela manha, e não meias de leite. Tempo de encher o teu quarto de posters e de facialmente estar sempre na linha das novidades e não te questionares de tudo o que chegue de novo. é tempo de energia e actividade. Tempo de poucas justificações, de cagar no preconceito, fazer evoluir e ter o futuro nas tuas mãos. De concertos, festas e montes de amigos. É TEMPO DE NÃO TER QUASE NADA A PERDER E MUITO A GANHAR.


IN 2021: TENTA MANTER O ESPÍRITO

6 comentários:

  1. hoje a noite nos espera, baby.
    tenho de apanhar ar, pá!
    AMO-TE

    ResponderEliminar
  2. fizeste-me lembrar uma música agora lontra <3

    ResponderEliminar
  3. Oh, deixa de ser besta!
    Tu bem percebeste :p

    ResponderEliminar
  4. AMOOOO-TE MIL GATA!
    tás mt Fernando Pessoa, tás *-*

    ResponderEliminar
  5. Ri-me imenso, mas é tão verdade ! :) Gostei

    ResponderEliminar